<$BlogRSDUrl$>

sábado, outubro 16, 2004

O meu veneno


No país triste, nem uma pulguinha cai na minha teia.

Há um mês que a Joana desapareceu e nem um dedo se encontra, apesar de a P. J. dizer que está prestes a desvendar o crime.
O Benfica - Porto é o espelho do que se passa na sociedade portuguesa; quezilenta, mesquinha, menor, podre. Os noticiários gastam a maior parte do tempo a falar em desporto. Em desporto, não, em tudo que apodrece e está ao lado do desporto.

Disse.

se eu te dissesse que as flores bebem na boca do orvalho
Maria Gomes

o meu segredo

os gatos miam cios na curvatura das telhas.
arranham versos de circunstância
quando a luz beija a laranja no crepúsculo
e os deuses se rendem, religiosamente
na sombra obscura de uma parede
ferida pelo tempo das fotografias.

sal e silêncio na saliva das palavras
as ferramentas do artifício da dor
na comemoração da árvore acesa
pela carícia da chama aberta ao sopro
onde um fogo pede outro fogo
e o vento alimenta a água que atravessa
a península presa no olhar.

há vozes nos recantos da casa
e um cão ladra e uiva numa porta entreaberta.

José Félix
in "a casa submersa"





| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer