<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, novembro 24, 2004

O meu veneno

A Swatch é, todos sabem, uma empresa sem rosto, ou seja, o rosto é um relógio simples, com um design apelativo, principalmente para as camadas mais jovens.
A Swatch, através de um executivo português, arranjou uma forma de vender muito mais ,através de publicidade barata: o projecto Gil, de entre muitos que agora polulam por esse mundo fora.
É verdade que só os ricos podem praticar a solidariedade, este termo muito vago e pouco consistente nos resultados. Não se fala dos míseros €uros que o pobre deposita nas inúmeras contas bancárias publicitadas nas televisões, nas emissoras de rádio e nos jornais; fala-se no Sr. Fulano da empresa tal, na empresa disto e daquilo, que deu determinado montante (com descontos muito grandes nos impostos que chegam a rondar os 140%) para minorar a exclusão de alguns cidadãos deste país.
O pobre, com a sua formação judaico-cristã, resignada, dá o miserável €uro para a conquista de um bocado do céu.

A Swatch vai fazendo a sua propagandazinha barata e vai vendendo cada vez mais à custa da pretensa solidariedade para com os outros.

Eu sou lúcido.




| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer