<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, junho 13, 2005

O meu veneno

A minha homenagem a dois poetas de língua portuguesa: José António Gonçalves que faria, hoje, dia 13 de junho, 51 anos de idade e falecido no dia 29 de Março, e Eugénio de Andrade, falecido hoje aos 82 anos de idade.

.
Posted by HelloJosé António Gonçalves


RENTE AOS OLHOS

rente aos olhos a lágrima a
manhã o orvalho a mão
sobre o arado e o sol nascendo
(...)
rente ao homem os dedos cansados
o sono infinito os canteiros vazios
dois palmos de novo dia e um poema
branco sem palavras

José António Gonçalves
(excerto, in "Movimento", nº.1,
Funchal, 1973)

JAG
http://members.netmadeira.com/jagoncalves





As palavras

São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas.

Secretas vêm, cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.

Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.

Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?

Eugénio de Andrade


| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer