<$BlogRSDUrl$>

domingo, julho 17, 2005

O meu veneno

Faz o que eu digo e não olhes para o que eu faço.

O Banco de Portugal gastou milhões de euros em automóveis de topo de gama para os seus quadros superiores.

o desejo da árvore

lavo o rosto
na lâmina do tempo.
o meu olhar é a paisagem perdida
num corpo de metáforas.

o desejo da árvore sem nome
regressa de além da sombra
para a clareira
da flor aberta ao beijo.

não sei a cor da escuridão.
a luminosidade arranca a íris
e o grito esconde a possibilidade.

só há o silêncio da promessa.
os olhos permanecem
no fogo que alimenta a chama.

josé félix



| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer