<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, julho 13, 2005

O meu veneno

Não sou de andar a bater na mesma tecla durante muito tempo. Só que noblesse oblige.
Porquê? Porque, primeiro foi o Ministro das Finanças a enganar-se nas contas do Orçamento rectificativo. Segundo, já o Governador do banco de Portugal se havia enganado quando disse que o crescimento seria de 1,5%, este ano, e, afinal, vai ser só de 0,5%. É evidente que com gente desta a governar o território, o país não se desenvolve.
O povo desconfia, os empresários não confiam. O atraso vai continuar.
Ora foram as trapalhadas do governo de Santana Lopes, ora são as trapalhadas do governo de José Sócrates. Dos outros nem vale a pena falar. A trapalhada faz parte do seu modus vivendi

sobre os ossos de silves

sangra o meu coração
no castelo de silves.

dolorosa traição
de uma escrava infiel

arremessou a lança
que atravessou o corpo,

ferindo-o de morte,
sem que tivesse visto

o meu amor cativo
pela última vez.

repousam, ainda, os ossos
pela lança cruzados

definitivamente,
ao som das carpideiras

que há séculos velam
um coração caído.

no castelo de silves
sangra o meu coração.

Afiz ibn Amahd Kuzmãn


| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer