<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, julho 04, 2005

O meu veneno

O sintoma da doença

O noticiário das 13 horas da RTP, e dos outros canais, passou 16 minitos a falar de futebol e da contratação de novos jogadores para a equipa do Benfica. Quando o noticiário da televisão pública passa 16 (dezasseis!!!) minutos a falar de futebol como tema de abertura, é sinal de que o país está doente. Muito doente. Os fogos, a seca, e outros assuntos, passaram para o segundo plano. Este país, nas mentalidades, não mudou com a revolução dos cravos. Futebol, Fátima e Fado (está na moda, outra vez) (1) são as três premissas que regem o país.

Eu sugiro que o Presidente da República e o Primeiro-ministro sejam eleitos entre os Presidentes das SAD desportivas, o clero e, porque não, alguns secretários-de-eatado entre os fadistas. É que, assim, a «bota bate com a perdigota».

as redes, as palavras, o corpo -
essas coisas que guardam em seus furos
os segredos que nos escolhem.
Weslwy Peres in Rio Revoando (Com -Arte/ USP)

as madrugadas fogem

na rede cristalina das manhãs.

levam o som dos búzios

nos lábios dos amantes que marinham

palavras lúdicas.


festejo o dia no teu corpo de segredos.


na arte da pescaria guardo gestos

tecendo barcos, ilhas e naufrágios,

degredos, calmarias.

não escolhe o vento o eco das palavras.


josé félix

(1) Eu gosto de futebol, de fado; quanto a Fátima sou indiferente, respeitando quem é crente.


| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer