<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, novembro 22, 2005

O meu veneno

"[...]O amor não é um sentimento primata dos chimpanzés"
Deja Filho

Há Lambe-botas do capitalismo, do socialismo, do comunismo, do materialismo dialéctico, do neoliberalismo e de todos os ismos possíveis e imaginários.
O Lambe-botas é uma espécie rastejante que muda de pele como as ditas, e às vezes nem sequer se sabe se rastejam quando estão de pé, ou se estão de pé quando rastejam.
A língua, esse órgão extensível e retráctil que utilizam, infecta os mais nobres, até aqueles que, por uma razão ou outra da sua existência, fizeram e/ou / ainda fazem parte do imaginário revolucionário dos anos sessenta. Veja-se Daniel Cohn Bendit, um burguês bem instalado na Câmara de Hamburgo, depois de liderar o Maio de 68. Lambe-botas, e não é do Capitalismo, é dos Verdes.
O mundo é do Lambe-botas. O paísinho Portugal é o Lambe-botas da Europa. Os partidos são Lambe-botas do Estado. Os eleitores são Lambe-botas. Os políticos são Lambe-botas. Os candidatos à Presidência da República, de Louçã a Cavaco são-Lambe botas. Quem vota é Lambe-botas. Quem quer o voto é Lambe-botas. A Esquerda, a Direita, o Centro fazem parte da estrutura organizada dos Lambe-botas.

Viva a reacção,(1) venha ela de donde vier; da Esquerda, da Direita, do Centro, da Esquina, de Cima, de Baixo, de qualquer lado ou de lado nenhum.

Reagir é que é preciso. O verbo ainda não sofreu a involução semântica do substantivo.

1 - Reacção: acto ou efeito de reagir: Acção oposta a outra.
Fig. Resistência activa a qualquer coacção


percebo-te, libélula,
em equilíbrio sobre a água.

a eternidade
suspensa no reflexo das asas

uma frágil sombra.

josé félix in fácil é movimento das folhas


| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer