<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, março 20, 2006

O meu veneno

Num país normal, onde tudo se passa com normalidade, é comum o comum dos cidadãos colocar questões acerca da sociedade onde se insere.
É estranho que num país globalizado onde a notícia chega à velocidade da acção, e onde são cada vez mais notícia, as notícias sobre a guerra, a fome, o desemprego, a delinquência juvenil, a violência urbana, a violência doméstica, a pedofilia, o tráfico de mulheres e crianças, o cidadão não se questione sobre estes e outros problemas que afectam a sociedade de famílias desintegradas sem qualquer núcleo.
O desenvolvimento chega sempre com 50 anos de atraso. Este problema, estrutural, que é dos mais importantes, tem que ver com a educação e com a cultura.
Só que este país não é normal. É um país amorfo, adormecido, à espera, eternamente, que o sonho se realize: sem mexer uma palha.

casa à deriva

a casa à derviva mora no meu corpo
e, no silêncio, no eco das raízes,
a sombra das paredes guarda os pássaros
na emigração da voz. o exílio
é a passagem estreita da navegação
do caminho peninsular
onde passeia a vida
com o lhar fixo na neblina.

josé félix

| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer