<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, maio 19, 2006


Acaba de sair o nº9 da Di Versos, Revista semestral de Poesia e Tradução, número de Primavera. Esta revista divulgadora de poetas de língua portuguesa menos conhecidos também se dedica à arte grande da tradução feita por poetas cujos nomes não necessitam de apresentação como é o caso deste exemplar. Gastão Cruz, Ecanaã Ferraz, Luis Quintais, Antonio Cicero, Paul Verlaine, Sandro Penna, Marina Tsetaieva, Jacques Prévert, Antonio Machado, Eugenio Montale, juntos, poetas e tradutores.
A Edições Sempre-em-Pé está de parabéns pela continuidade deste projecto com qualidade na pessoa de José Carlos Marques, o seu director e chefe de redacção.
É um trabalho digno de nota que merece o nosso apoio, sabendo como é difícil manter uma obra de divulgação durante muito tempo com uma boa relação qualidade / preço que não deixa indiferente, estou certo, os potenciais leitores.

Que farei no outono quando ardem

Quer farei quando tudo arde?
Sá de Miranda

Que farei no outono quando ardem
as aves e as folhas e se chove
é sobre o corpo descoberto que arde
a água de outono
Que faremos do corpo e da vontade
de o submeter ao fogo de outono
quando o corpo se queima e quando o sono
sob o rumor da chuva se desfaz
Tudo desaparece sob o fogo
tuso se queima tudo prende a sua
secura ao fogo e cada corpo vai-se
prendendo ao fogo raso
pois ó pode
arder imerso quando tudo arde

Gastão Cruz

| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer