<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, dezembro 26, 2006

O meu veneno

O Sr. Primeiro-ministro falou à Nação uma conversa de Natal.
No país da sacanagem o Primeiro-ministro falou para um país de burros. Assim, vai bem o reino da Dinamarca.

cais

com quantas pedras se constrói um cais
para que me sossegue a alma e sinta
que chego à casa pronta para a paciência
dos dias que sobejam do futuro

com quantas pedras se constrói uma cidade
com casas dentro e gente que me fale
a língua do meu ventre mãe, e diga
que esse lugar nasceu para que eu escreva

além da geografia desenhada
nos mapas da vida vadiagem
o sangue que me ria pelo tempo.

buscasse eu a memória com a mesma
limpidez com que escrevo o silêncio dos lábios
faria da palavra um cais de remanso

ou outro romance da imaginação.

josé félix in teoria do esquecimento

| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer