<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

O meu veneno

Estou a acumular o veneno necessário e a procurar em redor da teia algum animal que possa enlear-se nos fios. O país anda morno, para não dizer, morto, a discutir coisas tão importantes como a interrupção da gravidez da mulher sem um dos principais culpados: o homem. O primeiro-ministro acha que é um assunto que pode trazer desenvolvimento para o país que até quis integrar o grupo que vai fazer a lei. Que se lixe o choque tecnológico, as dívidas das empresas à Segurança Social e ao fisco.

De repente, não mais que de repente, (ah! Vinícius de Moraes!) os cidadãos esqueceram-se dos despedimentos, dos aviões da CIA e nem repararam que o locutor da televisão disse que o atentado de 11 de Março em Madrid tinha sido "o maior atentado terrorista do mundo na Europa".

Se cá nevasse...

pouso nos lábios
os dedos de árvore

a fala cala
na mendicidade do gesto

só um sussurro
no murmúrio das folhas

abres-me o corpo
no sossego do olhar


josé félix


| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer