<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, maio 14, 2008

a fuga da língua .4


no ombro a dor de uma palavra
suporta-se como a lavra

inculta ou a seara seca
onde a semente que peca

germina ao sabor da água
a seiva que vem da língua.



josé félix in a fuga da língua

| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer