<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, janeiro 22, 2009

palavra parelha[1]


a palavra parelha lava a língua

leva no verso a água que transborda

do lábio limpo, a lavra que perdura



na lavradura da semente grada

engravidada com a persistência

a paciência com que a boca fala



palavra emparelhada, bois na canga

opada a fanga com a frase culta

exulta no caminho da emoção


o canto, a escritura, a alegria

texto que se agarra à margem árida

concerta outra parelha na linguagem



josé félix



[1] título do último livro do poeta aníbal beça

aníbal beça, "palavra parelha", edições gato branco, 2008, brasil


| |

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

AddMe.com, Search Engine Optimization and Submission Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com






br>


referer referrer referers referrers http_referer